em99t

99bet.ph

A equipe do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) avalia fazer duas novas viagens internacionais nas próximas semanas. Os destinos devem ser a França e o Vaticano. Lula deve participar de um encontro que discutirá medidas de financiamento para ações climáticas, em Paris. A "Cúpula por um novo pacto financeiro mundial" vai acontecer nos dias 22 e 23 de junho e foi proposta pelo presidente francês, Emmanuel Macron.  Além da participação na cúpula, Lula deve ter uma reunião com Macron. A expectativa entre integrantes da diplomacia brasileira é que Lula aproveite a viagem a Paris para também ir a Roma (Itália) e se encontrar com o Papa Francisco no Vaticano. HOMICÍDIOVÍDEO: Motorista por app presencia crime em movimentada avenida de Salvador: 'pânico' Uefs enfrenta dificuldades para conseguir recursos para reformar unidade experimental Lula e o Papa conversaram por telefone na última quarta-feira (31). De acordo com o Palácio do Planalto, na conversa, Lula convidou Francisco a visitar o Brasil, e o líder da Igreja Católica "ficou de analisar a possibilidade da visita". window.uolads && window.uolads.push({ id: "banner-300x250-1-area" }); Desde que tomou posse, em 1º de janeiro, o presidente Lula tem dedicado boa parte da agenda a encontros com líderes internacionais, seja em Brasília ou em viagens ao exterior. Desde a posse, Lula esteve no Japão em maio para a cúpula do G7, viajou para a Inglaterra também em maio para a coroação do rei Charles III e para um encontro com o primeiro-ministro, Rishi Sunak; foi a Portugal em abril para encontro com presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, e com o primeiro-ministro do país, António Costa; viajou para a China também em abril para encontro com o presidente Xi Jiping; cumpriu agenda nos Estados Unidos em fevereiro para se reunir com o presidente Joe Biden, se reuniu em janeiro, em Buenos Aires, com o presidente Alberto Fernández.