em99t

estrategias para jogar blackjack

O ex-deputado federal Deltan Dallagnol (Podemos-PR) foi cassado, no último dia 16 de maio pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Com sua cassação confirmada no Congresso Nacional, o ex-parlamentar perdeu seu salário de R$ 41,6 mil e ganhou uma oferta especial para voltar a ter uma renda. De acordo com informações do jornal O Estado de S. Paulo, o Podemos convidou Deltan para assumir um cargo remunerado dentro da legenda, que é alimentada pelo fundo partidário — recursos públicos utilizados para financiar os partidos políticos no Brasil. VEM AÍ?Mc Pipokinha pode investir em nova carreira; saiba qual ECONOMIA & MERCADOPix bate novo recorde e registra quase 250 milhões de transações em 48 horas O parlamentar cassado chegou a conversar sobre o assunto nesta semana, com a presidente nacional do Podemos, a deputada federal Renata Abreu (SP). Segundo a legenda, a remuneração ainda não foi discutida. window.uolads && window.uolads.push({ id: "banner-300x250-1-area" }); Deltan era procurador da República, no Ministério Público Federal (MPF) do Paraná, onde atuou na Operação Lava Jato. No parquet, ele recebia um salário próximo de R$ 33,7 mil, mas deixou a instituição em novembro de 2021, quando estava próximo de enfrentar processos administrativos disciplinares. Ao deixar o MPF, Deltan se filiou, junto ao ex-juiz Sérgio Moro (hoje, no União Brasil), ao Podemos, que passou a lhe pagar um salário de R$ 15 mil. Ao ser eleito deputado, Deltan abriu mão do posto, que agora negocia para ter novamente.