em99t

slot openen breda

O líder do União Brasil na Câmara, deputado federal Elmar Nascimento (BA), reclamou da falta de deputados entre os ministros no governo federal. A queixa acontece em meio a uma crise entre a Casa Legislativa e o Planalto. Em entrevista a um podcast do jornal O Globo, o parlamentar questionou a quantidade de senadores escolhidos para as pastas em detrimento da representatividade da Câmara, especialmente agora com uma iminente reforma ministerial do presidente Lula (PT). MORTEJovem é morto a tiros por traficantes de Salvador após ignorar ordem de suspender 'baba' ENCONTRO EMOCIONANTEVÍDEO: Preta Gil sobe ao palco, canta com Ivete Sangalo e se emociona: 'ainda sei cantar' "Na montagem do governo - é claro que isso pode ser corrigido ao longo do tempo, minorado sem troca de pessoas - houve nos espaços reservados a vários partidos um desequilíbrio no sistema bicameral em que houve uma supervalorização do Senado em detrimento da Câmara. Você tem, no mínimo, e em pastas muito mais relevantes, três para um nessa relação Senado e Câmara", disse Elmar Nascimento. window.uolads && window.uolads.push({ id: "banner-300x250-1-area" }); O Senado conta com sete ministérios no governo. Educação, com Camilo Santana (PT-CE); Justiça, Flávio Dino (PSB-MA); Agricultura, Carlos Fávaro (PSD-MT); Simone Tebet (MDB-MS); Alexandre Silveira (PSD-MG), nas Minas e Energia; Desenvolvimento Social, Wellington Dias (PT-PI); e Renan Filho (MDB-AL), dos Transportes. A Câmara, no entanto, tem seis nomes. Juscelino Filho (União-MA), nas Comunicações; Daniela do Waguinho (União-RJ), ministra do Turismo; Marina Silva (Rede-SP), Meio Ambiente; dos Povos Originários, Sônia Guajajara (PSOL-SP); das Relações Institucionais, Alexandre Padilha (PT-SP); e Luiz Marinho (PT-SP), no Trabalho. window.uolads && window.uolads.push({ id: "banner-300x250-2-area" });